domingo, 16 de abril de 2017

Confira o resultado da enquete: 

Como você avalia os primeiros cem dias da administração do Prefeito Adiodato Araújo?


Sai o resultado da enquete feita através da página no Facebook de Adauto Cortes.


Diversas foram as opiniões a respeito de como considerava, aquele que votasse, os primeiros cem dias da administração do prefeito de Barra do Choça Adiodato Araújo. 

Gráfico do Resultado


O Jornal da Cidade agradece a todos que votaram e em breve novas enquetes serão realizadas. 


Rose Aguiar

quarta-feira, 29 de março de 2017

Moradores de Barra Nova reclamam do fechamento dos Correios no distrito




O  Blog do Jorge Amorim destacou as reclamações de moradores do Distrito de Barra Nova sobre um problema que há muito tempo vem causando enormes transtornos a todos daquela localidade que é o fechamento do espaço onde funcionava os Correios.

Disse ao blog um internauta: 
Amigo Jorge,  boa tarde,
Venho por meio deste tornar público a situação em que nós moradores de Barra Nova estamos obrigados a conviver. Tínhamos um local onde era destinado as correspondências do Distrito e das localidades rurais. Era muito prático, as nossas correspondências eram levadas até a central e de lá eram entregues nas residências dos moradores.
No início deste ano, o serviço foi interrompido trazendo grande transtornos aos moradores. Hoje, se o cidadão quiser receber a sua correspondência tem que ir à agência em Barra do Choça. O que você poderia fazer para nos ajudar?
Rose Aguiar

Fonte: Blog do Jorge Amorim

Quadro Mãos que ajudam continua ajudando muitas pessoas. 


E vem demonstrando toda a solidariedade dos ouvintes do Jornal da Cidade

Nas últimas semanas o quadro do Jornal da Cidade Mãos que ajudam teve destaque em toda a cidade de Barra do Choça. Três mulheres procuraram o Jornal da Cidade para tentar através do quadro suprirem necessidades urgentes e todas elas foram contempladas com a dedicação e solidariedade dos ouvintes do Jornal da Cidade, que sem medirem esforços entraram em contato para fazer doações e ajudar no que fosse necessário àquelas mulheres que precisavam. 



Dona Eliana precisava viajar até Feira de Santana para liberar o corpo de seu sobrinho que havia falecido num hospital da cidade, tinha sido internado para tratamento mas não resistiu.  Dona Eliana não tinha condições de arcar com a passagem e em menos de 10 minutos os ouvintes do Jornal da Cidade doaram todo o dinheiro que ela necessitava para a viagem. 


Dona Marilene esteve no Jornal da Cidade e pediu através do quadro Mãos que ajudam dois exames de ressonância que seu esposo precisava realizar já há dois anos e não conseguia, ouvintes do Jornal da Cidade no outro dia mesmo com doações fizeram com que dona Marilene conseguisse realizar um dos exames que custava mais de R$500,00. 


A dona Ana Paula também esteve no quadro pedindo que alguém pudesse ajudá-la nos encaminhamentos de uma cirurgia da vesícula pois ela não tinha conhecimento para fazer todos os trâmites e certamente a caridade  e solidariedade dos ouvintes do Jornal da Cidade será crucial para que ela consiga. 

O Jornal da Cidade também recebeu muitos elogios pelo quadro e certamente ele ainda auxiliará muitas pessoas. 


Rose Aguiar


Conselho Tutelar de Barra do Choça tem novo endereço





O Conselho Tutelar de Barra do Choça está funcionando em um novo endereço.  O novo espaço está situado  na Rua Florisval Amorim, Centro ao lado do Hospital Municipal.
São cinco os conselheiros eleitos pelo povo. Eles cumprem uma jornada de trabalho de 30 horas semanais, além dos plantões diurnos e noturnos. O Conselho Tutelar trabalha em parceia com a Administração Municipal, Polícia, Guarda Municipal e Ministério da Justiça.

Rose Aguiar
Fonte: Blog do Jorge Amorim

Blog do Jorge Amorim é um dos destaques do Prêmio Ellite do Brasil Marketing





O Blog do Jorge Amorim recebeu nesta segunda-feira, 27 de março, mais um prêmio. Desta vez, o Blog nº 01 de Barra do Choça, foi o escolhido por uma Pesquisa de Opinião Pública realizada no início deste mês pela conceituada Empresa de Marketting, ELLITE DO BRASIL.

O Prêmio ELLITE do BRASIL Marketing foi criada para reconhecer as experiências exitosas e premiar as empresas que foram destaques nos 40 municípios baianos e 05 municípios do estado de Pernambuco. Foram levadas em consideração, atendimento, qualidade dos produtos, condições de pagamento, satisfação do cliente, dentre outros. 

Rose Aguiar

Fonte: Blog do Jorge Amorim 






Jornal da Cidade é escolhido pela oitava vez consecutiva o melhor programa de rádio de Barra do Choça



Desde que estreou na Rádio Nova Dimensão FM há 8 anos, o Jornal da Cidade é escolhido pela opinião pública como o melhor programa de rádio da cidade. 



Dessa vez o prêmio foi intermediado pelo Ellite do Brasil Marketing.


Agradecemos a todos os ouvintes pela audiência, consideração, confiança e reconhecimento. 

Continuaremos transmitindo com credibilidade as notícias de Barra do Choça e região. 

Rose Aguiar

segunda-feira, 20 de março de 2017

Planalto: Pastor é assassinado a tiros em frente a funerária



Um crime brutal chamou a atenção da população de Planalto neste sábado (18). Um pastor, que não teve o nome divulgado, foi assassinado a tiros em frente a uma funerária.
As fotos do atentado circulam nas redes sociais. A vítima foi identificada como Pastor Valcir.
Testemunhas que relataram o crime informaram que o autor dos disparos conseguiu fugir. Ainda não se sabe o motivo do crime.


Caraíbas e Ibicoara: Prefeitos e deputado buscam recursos junto ao FNDE





O deputado Marquinho Viana (PSB) acompanhou em Brasília os prefeitos de Ibicoara e Caraíbas, Haroldo Aguiar e Jones Coelho Dias, onde participaram de uma audiência com o presidente do FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – Silvio Pinheiro. Os gestores foram em busca de informações a cerca de recursos para obras de quadra coberta, escolas de ensino fundamental e creches.

 Segundo o deputado Marquinho Viana, “algumas obras em Ibicoara já tiveram todos os recursos repassados e mesmo assim não foram terminadas pela a gestão anterior, com isso o prefeito deverá acionar a Justiça para que o caso seja resolvido. Já em Caraíbas as obras ainda tem recursos a receber mas não dá pra terminar a obra será analisado pela equipe técnica da Prefeitura e Ministério” disse o deputado.

Rose Aguiar

Sete meses após ter casa demolida, idosa ainda aguarda reconstrução




A idosa Valdete Almeida, de 84 anos, que teve sua residência destruída pelo empresário Allan Kardec, no dia 30 de agosto de 2016, ainda não sabe quando voltará para casa. Ela está abrigada na casa de um sobrinho, desde o dia da demolição. Já o seu filho, que morava com ela, passou a viver em um imóvel alugado pela família, porque tem problemas mentais e não conseguiu se adaptar com a vida na casa do primo.
Sete meses após o crime, a situação vivida por Dona Valdete está longe de ser resolvida. De acordo com informações da advogada da família, Cristiane Gobira, uma determinação da Justiça, expedida em dezembro, previa que o empresário Allan Kardec, autor do crime, pagasse R$ 112 mil para a reconstrução da casa da idosa, além de R$ 1 mil para cada mês que ela ficou sem o imóvel, mas o Kardec não aceitou a decisão e recorreu da decisão no início de fevereiro.
Ainda segundo a advogada, durante esse período, também foi realizada uma audiência de conciliação entre a idosa e o empresário, mas não houve acordo entre as partes. Cristina Goobira conta que Allan Kardec só quer dar R$ 100 mil para tudo. No entanto, ela afirma que esse dinheiro não dá para construir a casa e comprar os móveis, que também foram destruídos.

Rose Aguiar

Fonte: Resenha Geral

Manchetes de jornais desta 2ª feira (20)


– A Tarde: Força-tarefa investigará fraude em frigoríficos
– Tribuna da Bahia: Planalto diz que não há risco na carne
– Correio (BA): Embasa e Ifba têm 680 vagas na Bahia
– Correio Braziliense: Temer anuncia força-tarefa para fiscalizar alvos de operação
– Folha de S. Paulo: Governo minimiza problema na carene apontado pela PF
– O Globo: Governo promete apertar fiscalização a frigoríficos
– Estado de Minas: Temer anuncia força-tarefa para fiscalizar alvos da Carne Fraca
– Jornal do Commércio (Recife): Força-tarefa vai fiscalizar frigoríficos suspeitos
– Agora (SP): Paulistano está cauteloso, mas não abandona carne


Fonte: Resenha Geral

quarta-feira, 15 de março de 2017

Embasa abre concurso com 600 vagas; salários vão até R$ 6,7 mil




A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) publicou nesta terça-feira (14), no Diário Oficial do Estado da Bahia, o edital de abertura de concurso público para 600 vagas nos níveis médio, técnico e superior. As vagas são destinadas a 64 municípios, contemplando unidades da Embasa em Salvador, região metropolitana e Interior. Os salários variam de R$ 1.122,84 a R$ 6.793,31.
As vagas de nível superior são oferecidas aos profissionais com formação em ciências contábeis, análise de sistemas, processamento de dados, ciência da computação, engenharia de computação ou sistemas de informação, engenharia civil ou engenharia de produção civil, engenharia sanitária ou engenharia sanitária e ambiental, e engenharia elétrica.
As vagas de nível médio-técnico são destinadas para técnicos em edificações e técnicos em eletromecânica. Já para o nível médio, há vagas para agente administrativo, agente operacional, assistente de laboratório e operador de processos de água e de esgoto.
As inscrições para o concurso deverão ser realizadas pela internet, no site, a partir da 0h do dia 15 de março até às 23h59min do dia 5 de abril, sendo o dia 06/04/2017 o último dia para o pagamento do boleto bancário.
O valor de inscrição será de R$ 60 para as funções de nível médio, R$ 80 para as funções de nível técnico e R$ 120 para as funções de nível superior.  A aplicação das provas está prevista para o dia 7 de maio, e serão realizadas nas cidades de Salvador, Barreiras, Feira de Santana e Vitória da Conquista.
“Os candidatos que vierem a ser admitidos farão jus à remuneração, às vantagens e aos benefícios que estiverem vigorando a época das respectivas admissões, nos termos da legislação pertinente e do acordo coletivo de trabalho vigente”, explica a gerente da Unidade de Gestão de Pessoas da Embasa, Cássia Fortuna.
O prazo de validade do concurso, organizado pelo Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), será de 6 meses, contados a partir da data da homologação do resultado final, podendo, a critério da Embasa, ser prorrogado uma vez por igual período, por conveniência administrativa da empresa. ASCOM/EMBASA

Rose Aguiar

Cerca de 1.350 alunos das escolas do campo continuam sem aula em Barra do Choça




Cerca de 1.350 alunos de Barra do Choça continuam sem aulas. A informação que chegou ao Blog do Jorge Amorim, são de algumas mães que procuraram o site para reclamar. Elas estranharam o porquê das aulas iniciaram na Sede e nas escolas de suas regiões, não apareceram ninguém.

O atraso das aulas nas 26 escolas do campo e mais as duas que são anexas ao Emiliano Zapata ( Cangussu), são consequências da suspensão da seleção pública para professores de Barra do Choça, realizada pelo Ministério Público, no último dia 10 de fevereiro.
Esta ação foi derrubada pela Administração Municipal na 2ª Instância em Salvador, porém, as aulas, só devem começar mesmo, a partir da próxima segunda-feira, 20 de março. Secretaria de educação terá que fazer malabarismos para conseguir cumprir os 200 dias letivos, os quais os alunos tem direito. 
Rose Aguiar 

Volta às aulas em Barra do Choça foi de grande animação do alunado




Após o recesso de fim de ano, as escolas da Rede Municipal de Ensino em Barra do Choça já estão retomando a rotina das aulas. Nesta segunda-feira, 13, muitas instituições receberam os alunos para o início de uma nova fase no calendário letivo. No C.E.B.C, por exemplo, o clima foi de animação. Isso porque, após o recesso, os estudantes voltaram ao reencontro de colegas, professores e monitores. 

Os primeiros dias de volta às aulas exigem uma preparação diferenciada por parte da Administração e do corpo docente da escola, conforme explicou uma das Professoras. “Eles ficaram grande tempo em casa, então agora a gente tem que procurar fazer atividades mais dinâmicas e criativas, para que eles se adaptem novamente à escola”, informou. 

A felicidade das crianças em voltar ao ambiente escolar é facilmente visível. A reintegração à rotina da sala de aula pode exigir alguns esforços, mas sem dúvidas também traz muita alegria. A aluna Ester Silva, de 12 anos, deixou claro esse sentimento: “Eu gostei muito de voltar. O que eu mais gosto de fazer aqui é estudar. Tenho vários amigos e gosto muito das professoras também”.   

Já Victor Santos, de 14 anos, não escondeu que o seu entusiasmo com a volta às aulas está diretamente ligado ao fato de reencontrar as pessoas que marcam presença na sua vida escolar. “Eu amo meus amigos. Por isso, eu queria muito vir para a escola porque eles estavam sentindo falta de mim".

Rose Aguiar

O prefeito de Barra do Choça Adiodato Araujo

 recebe nova viatura da Policia Civil





O prefeito de Barra do Choça Adiodato Araujo recebe nova viatura da Policia Civil.
O Prefeito de Barra do Choça recebe a nova viatura da polícia civil, juntamente com a Drª Gabriela Garrido delegada de polícia.
Na ocasião, o presidente da câmera de vereadores S.r. Paulo de jesus Rocha e os vereadores Ró e Nil, explanaram os problemas que o presidio trouxe para o Município de Barra do Choça, em conversa informal com o secretaria de segurança que reivindicou mais atenção para o município.



"Agradeço ao Governador, o secretário e a parceria com a Drª Gabriela Garrido delegada deste Município pois em menos de 70 dias de mandato já conseguimos esse importante reforço para segurança pública de Barra do Choça. É ASSIM QUE CONSTRUIREMOS UM NOVO TEMPO” finaliza SRº ADIODATO ARAUJO prefeito.


Rose Aguiar 


CRAS realiza ação alusiva ao dia 

Internacional da mulher no Cafezal




Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, a Prefeitura Municipal de Barra do Choça por intermédio do CRAS – Centro de Referência da Assistência Social – realizou várias atividades no Povoado Cafezal neste sábado (11).

Durante toda tarde as mulheres tiveram à disposição os serviços de cabeleireira, design de sobrancelhas, manicure e pedicure. Além de tudo isso, um profissional da dança esteve à disposição para ensinar ritmos musicais para as participantes do evento. As atividades foram direcionadas para as mulheres que participam dos serviços socioassistenciais do município.

Quem marcou presença foi o prefeito Adiodato Araujo, que parabenizou todas as mulheres presente.


Rose Aguiar


Fonte: Site da Prefeitura. 

Prefeitura de Barra do Choça ganha na 
Justiça o direito de realizar Processo 
Seletivo para contratação de 
professores


A Prefeitura de Barra do Choça, ganhou na Justiça o direito de realizar Processo Seletivo Simplificado para contratação de professores por Tempo Determinado mediante prova de títulos. A decisão foi apresentada na última quinta-feira, 09 de março, pela Tribunal de Justiça do Estado da Bahia.
O requerente, o município de Barra do Choça pedia a suspensão da Ação Civil Pública de nº 8000049-34-2017.8.05.0020 que trata sobre irregularidades no processo seletivo para contratação temporária do professor para a rede municipal.
Na defesa, a Administração Municipal alegou que há um  número elevado de professores efetivos que não atuarão em 2017, na carreira docente por exercerem funções inerentes à carreira do magistério (direção, vice-direção,  coordenação pedagógica e técnicos pedagógicos), além dos casos de vacância do cargo e afastamento ou licença na forma do regulamento municipal).
Com a decisão, o município de Barra do Choça poderá chamar os professores APROVADOS no Processo Seletivo Simplificado para Professores Edital 001/2017.

Rose Aguiar

segunda-feira, 13 de março de 2017

Catolé: a agonia de um rio!

José Amorim da Silva Filho – DRT/BA – 2431 *


“Rio Catolé praticamente desaparece em determinados trechos” – Foto: José Amorim

Tristeza, preocupação e revolta são alguns dos sentimentos que nutrimos ao darmos conta do que está sendo feito com o Rio Catolé, no município de Barra do Choça, Bahia. Represamentos, instalação de grossas tubulações e construção de enormes adutoras estão matando o rio que, outrora, possuía um volume de água considerável. O rio agoniza. Se isso não bastasse, os órgãos que deveriam ser responsáveis pela sua preservação estão contribuindo, de forma decisiva, para que esse ocaso se acelere. Um verdadeiro crime ambiental. As consequências, incalculáveis.

“Rio percorre aproximadamente 80 km ao longo de três municípios”)
O rio Catolé Grande, ou simplesmente Catolé, como é mais conhecido, é um curso de água localizado na região Sudoeste do estado da Bahia. Sua nascente situa-se no município de Barra do Choça e a foz, no rio Pardo, em Itapetinga. Ao todo, o rio possui uma extensão aproximada de 80 km, atravessando, ainda, o município de Caatiba. Estes dois últimos aglomerados urbanos citados dependem do Catolé para o abastecimento de suas populações.

“Onde havia água, hoje resta lama” – Foto: José Amorim

As mudanças climáticas, intensificadas por fenômenos como o El Niño, aliadas ao alto consumo, têm reduzido o volume de água dos reservatórios que abastecem municípios da região, como Vitória da Conquista e Belo Campo, por exemplo. As barragens de Água Fria I e II, localizadas em Barra do Choça, têm sido insuficientes para atender plenamente ao contínuo aumento da demanda.
Com a escassez de água observada na região, devido a prolongados períodos de estiagem, tem havido uma enorme pressão política para que o Governo do Estado, por meio da EMBASA, encontre uma solução para o problema do desabastecimento. Quando das torneiras dos conquistenses não brota água, durante os tão temidos períodos de racionamento, um coro de mais 340 mil vozes, em uníssono, cobra do Governo uma solução imediata para a falta d’água.

“Adutora construída pelo governo para captação de água no Rio Catolé” – Foto: José Amorim
O que fazer, já que Vitória da Conquista não possui nenhum curso de água com volume considerável? O Rio Verruga, que nasce na reserva do Poço Escuro, por exemplo, serve apenas para receber o grande volume de esgoto que a cidade produz. A solução encontrada, mais uma vez pela EMBASA, é “apelar” para Barra do Choça e sua rica hidrografia. A vítima da vez, porém, passou a ser o Rio Catolé, no qual se construiu há cerca de três anos, uma série de adutoras para levar a água do rio até a Barragem de Água Fria 2 e, de lá, para as torneiras de Vitória da Conquista, Belo Campo, e tantas outras localidades.
As investidas governamentais em direção aos cursos d’água de Barra do Choça têm provocado sérios danos ambientais, econômicos e sociais, para este município. A maioria dos consumidores sequer conhece ou se importa com isso. Urge apontar alguns desses problemas, na tentativa de despertar o interesse naqueles responsáveis pela ação politica sobre o controle das águas no Estado. Tarefa difícil. Sensibilizar as populações para que possam fazer um uso racional da água, parece ser algo ainda mais distante. E nada tem sido feito nesse sentido. É muito comum o uso de água tratada pela EMBASA ser utilizada na produção de concreto na construção civil em Vitória da Conquista, por exemplo.

“Construção de mais uma barragem no Rio Gaviãozinho está provocando sérios danos ambientais” – Foto: José Amorim
Se os moradores dessas localidades vizinhas foram prejudicados pela estiagem prolongada, ocorrida ao longo dos últimos anos, os pequenos e médios produtores rurais de Barra do Choça também o foram. A crise hídrica gerou transtornos e prejuízos para a agricultura do município, principalmente para os produtores da agricultura familiar, privados da possibilidade de irrigarem suas terras.
As propriedades localizadas a jusante (rio abaixo) da barragem construída no Rio Catolé sofrem com a redução extrema do volume de água do rio. Outrora caudaloso e motivo de orgulho para as comunidades da região do Morro de São Paulo, o rio se transformou num pequeno córrego, praticamente desaparecendo em alguns trechos.

“Barragem do Catolé está praticamente vazia, devido ao bombeamento da água para a Barragem de Água Fria 2” – Foto José Amorim
Conhecemos muitas barragens construídas com o intuito de garantir a perenização de rios. A Barragem de Anagé, por exemplo, garantiu a continuidade do fluxo das águas do Rio Gavião mesmo em momentos de severa estiagem. Em Barra do Choça está acontecendo exatamente o contrário: a pequena barragem de barro e pedras construída no Rio Catolé (até então um rio perene) praticamente o transformou num rio intermitente, em alguns trechos.
“A jusante da Barragem, o rio torna-se intermitente em alguns trechos” – Foto: José Amorim
É preciso, portanto, que a EMBASA amplie a vazão defluente da barragem (a quantidade de água que é liberada pela represa), no sentido de garantir condições mínimas para a sobrevivência do rio. É necessário fiscalizar as obras que estão sendo realizadas no Rio Gaviãozinho, cujas intervenções têm provocado sérios danos à fauna e à flora da região. É imprescindível que os órgãos de controle ambiental, a exemplo do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA) passem a cumprir o papel que lhes cabe do ponto de vista institucional e fiscalizem as ações que estão sendo realizadas no município de Barra do Choça.

“Desmatamentos e aterros de áreas com matas virgens são um claro exemplo de agressão” – Foto: José Amorim
Um órgão estadual fiscalizar outro órgão estadual, não poderia provocar o que se chama de “conflito de interesses”? Espera-se que não seja exatamente isso que esteja ocorrendo no tema em questão. Afinal de contas, “legislar em causa própria” ou “fiscalizar a si mesmo”, é uma situação típica de conflito de interesses.
Ao visitarmos as intervenções que foram realizadas no Rio Catolé e as que estão sendo feitas no Rio Gaviãozinho, não podemos deixar de levantar alguns questionamentos. Cabe discutir, por exemplo, se a solução para a crise hídrica que atravessa a região estaria pura e simplesmente na construção de novas barragens. Quase 500 mil pessoas dependem totalmente dos ciclos de chuva ou do bom comportamento climático para o abastecimento de água. Isso apenas revela um despreparo muito grande do governo e que deve realmente assustar a todos nós.
“Escavações para colocação de grossas tubulações causam estrago à vegetação nativa” – Foto: José Amorim
Não se está aqui defendendo a não priorização do abastecimento humano com a água dos rios da região. O que não se pode aceitar é a forma como os órgãos públicos estão tratando o problema. Matar o rio não favorecerá o abastecimento humano, inclusive de municípios a jusante da barragem, como Caatiba e Itapetinga. O que está acontecendo aqui lembra muito a história da galinha dos ovos de ouro. Nesse caso, estão matando a galinha (o rio) para retirar os ovos (a água). O Rio Catolé agoniza!

“Rio Catolé sofre com a política de retirada de água a qualquer custo” – Foto: José Amorim
Por que não implantar um projeto de recuperação das matas ciliares que margeiam as nascentes dos rios dos Monos e Água Fria, cujas águas abastecem as barragens de Água Fria I e II? Por que, em períodos de estiagem, não realizar a dragagem dos reservatórios já existentes, ampliando a capacidade de armazenamento de água? Onde estão os incentivos econômicos para que os proprietários rurais mantenham, preservem e recuperem a cobertura vegetal original em suas propriedades? Por que não fiscalizar e punir aqueles que estão praticando desmatamentos ilegais em todo o município, inclusive nas nascentes? Por que não realizar constantes políticas públicas voltadas para o despertar da população sobre a importância da preservação e correta utilização da água, em particular nos municípios usufrutuários da água? As respostas para estas e outras questões não são fáceis.
Sobretudo, é necessário que discutamos de forma ampla a relação da nossa sociedade com os recursos hídricos. Muitos indivíduos possuem uma atitude individualista em relação à água. “Estou pagando a água, portanto gasto quanto quiser”, alguns devem pensar. É nitidamente a priorização dos interesses individuais sobre os coletivos. Nem se dão conta de que a água que lhes cai das torneiras vem de muito longe e, captá-la, provoca uma série de danos ambientais, sociais e econômicos para outras comunidades.
Temos, sim, o direito à água. Temos, porém, o dever de fazer o uso racional deste importante recurso natural. A água é o principal bem comum que devemos garantir para esta e para as futuras gerações. O Rio Catolé, em Barra do Choça precisa, portanto, ser preservado!
* José Amorim, morador de Barra do Choça, é jornalista e professor de Geografia na rede pública de ensino.

Fonte: Blog do Jorge Amorim



Precisamos ressaltar que Vitoria da Conquista, Barra do Choça e o Estado fizeram vistas grossas em relação ao problema. Vitoria da Conquista quer receber a água, mas não faz nenhum esforço no sentindo de contribuir com a preservação do referido ecossistema. A Embasa visa o lucro e não prioriza investimentos no setor. E Barra do Choça vem aceitando tudo numa boa, sem cobrar do Estado uma ação reparatória. É inevitável a construção desta Barragem, e mais degradação ambiental e prejuízos econômicos a região estão por vir. Quando nos dermos conta da real situação, já será tarde demais.  Cloves Oliveira. 

quarta-feira, 8 de março de 2017

Três ficam feridos, após trator cair em ribanceira em Barra do Choça




O acidente ocorreu no último sábado, 04 de março, perto da região do Pescoço de Félix, localidade rural de Barra do Choça. De acordo informações de um morador que não quis se identificar, o maquinista perdeu o controle do trator que saiu da pista e caiu numa ribanceira de aproximadamente 30 metros. No veículo estavam o tratorista e mais duas outras pessoas que. 

Foi um livramento, disse o morador. Segundo ele, a carroceria do trator ao sair da estrada ficou preso entre as árvores e o trator desceu ladeira abaixo. Este dois tiveram pequenas escoriações, já o tratoristas, foi levado ao hospital passou por exames e felizmente, já foi liberado e passa bem,

O Blog do Jorge Amorim flagrou a retirado da máquina da ribanceira. Funcionários da prefeitura de Barra do Choça usando a retroescavadeira abriram um acesso para retirar o veículo.



..

..